Site Antigo – Apresentação (1)

Ayn Rand Old Site - 01 - Apresentacao

Esta a página de Apresentação:

Apresentação

Em 2 de Fevereiro de 2005 estaremos comemorando o centenário de Ayn Rand.

Ayn Rand, cujo nome real era Alissa Z. Rosenbaum, é uma das maiores filósofas do século XX – embora tenha optado por divulgar sua filosofia, inicialmente, através de obras de ficção.

Este é o primeiro site brasileiro dedicado exclusivamente a divulgar as idéias de Ayn Rand. A ênfase será nas idéias de Ayn Rand, não na sua pessoa, embora sejam apresentados fatos de sua vida, à medida que possam lançar luz sobre suas idéias. (Os mais interessados em fatos sobre sua pessoa podem consultar os dados biográficos fornecidos por The Ayn Rand Institute).

Quatro das obras literárias de Ayn Rand — Atlas Shrugged (1957; em Português: Quem é John Galt?), The Fountainhead (1943; em Português: A Nascente), We the Living (inédito no Brasil) eAnthem (inédito no Brasil) — foram colocadas, pelos leitores da editora Random House (que publica a série Modern Library), entre os dez melhores livros do século, com Atlas Shrugged ficando em primeiro lugar, The Fountainhead em segundo e os outros dois livros em sétimo e oitavo lugar (Anthem em sétimo e We the Living em oitavo). [Vide a Lista completa].

Sua visão da ficção, que apela a tantos leitores numa época em que os principais personagens de ficção são anti-heróis, é a seguinte:

“A arte é uma recriação seletiva da realidade de acordo com os juizos metafísicos de valor do artista. A finalidade da arte é concretizar a visão que o artista tem da existência. . . . Sou uma Romântica no sentido de apresento o homem como ele deveria ser. Sou uma Realista no sentido de que o coloco aqui e agora neste mundo”.

(A tese de Mário Vargas Llosa de que “a ficção é a nossa tentativa de reconstruir a realidade como nós acreditamos que ela deveria ter sido” de certo modo ecoa essa visão randiana do papel da literatura).

Se você quiser ter uma idéia da natureza da ficção randiana, leia, aqui, um trecho de Atlas Shrugged, onde se descreve o que acontece quando uma sociedade resolve viver segundo a máxima “De cada um, conforme sua habilidade, a cada um, conforme sua necessidade”.

Depois do enorme sucesso de seu opus magnum, Atlas Shrugged, Ayn Rand resolveu se dedicar à filosofia de forma mais sistemática. Publicou vários ensaios nas áreas de Epistemologia (Introduction to Objectivist Epistemology, inédito no Brasil – veja um artigo que escrevi, em inglês sobre um aspecto importante da epistemologia randiana, a formação de conceitos), Ética (The Virtue of Selfishness, em Português: A Virtude do Egoísmo – veja alguns trechos sobre ética aqui), Filosofia Política (Capitalism: The Unknown Ideal, inédito no Brasil), Estética (The Romantic Manifest, inédito no Brasil). O seu livro Philosophy: Who Needs It? (inédito no Brasil) é uma eloqüente defesa da filosofia como atividade racional e objetiva (donde o termo “Objetivismo”).

Se você quiser ter uma visão das idéias básicas da filosofia randiana, o Objetivismo, leia o resumo que fiz delas.

Eduardo Chaves
eduardo@chaves.com.br
Campinas, SP

Este site é de inteira responsabilidade de Eduardo Chaves, filósofo (Teoria do Conhecimento,  Filosofia Política e Filosofia da Educação) na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Maiores informações sobre ele, bem como acesso a seus outros sites, podem ser obtidos por meio do site http://chaves.com.br.

Em Salto, 7 de Junho de 2016.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s